A gente sabe que planejar uma viagem pode ser tão delicioso quanto pode ser estressante. O planejamento pode ser mal executado e acarretar em frustrações pós-viagem, como não conseguir visitar aquele lugar que você tanto queria, ou bater na porta fechada do museu que você estava louca(o) para visitar mas não sabia que fechava toda primeira terça-feira de cada mês. Ufa! Complicado né?

Pensando nisso, trouxemos cinco dicas para te ajudar a planejar melhor sua viagem! Você pode julgar algumas delas bastante trivial, mas garanto que é por pensar assim, que um planejamento pode descarrilhar ;)

Tenha uma visão macro do lugar onde quer visitar

Nesse caso, o Google é seu melhor amigo: busque informações básicas, como os pontos turísticos de maior atração, como pontos históricos, vistas impressionantes, museus famosos; crie um mural no Pinterest com essas imagens: isso pode te ajudar a visualizar o que aquele destino te oferece, e o que você vai filtrar disso, ou seja, o que você realmente verá. Depois, crie a lista de locais que você vai de fato visitar;

Faça a pesquisa detalhada

Pronto, separou os lugares que você quer realmente ver, agora aprofunde-se neles: quais horários de visitação, qual valor do ingresso, procure blogs de viagem com dicas sobre o lugar, reviews no TripAdvisor; sei muito bem que ir a lugares que não planejamos acaba tornando a viagem muito interessante e nos proporcionando experiências incríveis, mas dá para mesclar bem e aproveitar a viagem ao máximo!

Faça um roteiro

Sim! Faça um roteiro incluindo os lugares que você quer ver, comer, andar, ficar de boas com as pernas pro ar, e faça esse roteiro pensando na localização de cada atração, porque se você montar um planejamento baseado numa rota por proximidade, seus dias serão muito, mas muito melhor aproveitados! Não esqueça de anotar as estações de transporte público mais próximas de cada local a visitar.

Esteja preparado para um choque cultural

Não tem jeito: se você mora no Rio de Janeiro e vai para o Sul, mesmo que dentro do seu próprio país, a cultura é diferente. Esteja pronto para se frustrar, passar frio, experimentar novas comidas, e principalmente, para respeitar tudo que acontece com você; não tente atropelar os sentimentos, permita-se não gostar da tão sonhada Torre Eiffel e não acredite que sua viagem só será completa se você visitar o Coco Bongo já que você está em Cancún. Cada lugar possui sua peculiaridade e você tem o direito de gostar ou não. Respeite seus limites e a cultura alheia.

Prepare um plano B

Ok, você garante que pesquisou com afinco, mas imprevistos acontecem e para que você não surte ou permita que isso estrague sua viagem, faça um roteiro alternativo. Esse roteiro não precisa ser construído com perfeição, é algo mais leve, como lugares que você gostaria de ver caso tivesse mais tempo na cidade, restaurantes que gostaria de experimentas, parques que gostaria de sentar para descansar, coisas do tipo. Ficam algumas dicas para te ajudar a evitar desastres:

  • Não agende nada importante logo após um voo ou uma viagem de trem ou ônibus;

  • Evite depender de uma só pessoa, as vezes até desconhecida, para fazer algo importante; sei que viajar sozinho as vezes pede uma cia, mas não fique tão preso a ela: se o santo não bater, ferrou;

  • Saiba pedir ajuda em lugares chaves, como estações de trem, aeroportos, táxis; aprender algumas palavras educadas no idioma local muda toda a percepção sobre você para quem está te escutando;

  • Já pense no que você pode fazer caso o tempo não colabore com seus planos;

  • Deixe bastante tempo entre o trajeto de um lugar para o outro; tempo livre é melhor do que ficar apertado.

Você costuma planejar todas suas viagens? Esquecemos alguma dica importante? Conta para a gente!

E se você ama viajar mas não tem tempo para planejar seu roteiro, a gente faz isso por você! Clica aqui e marca uma entrevista, sem nenhum custo, com a gente! Vamos conversar e a gente te ajuda com tudo, inclusive burocracias. ;)